Buscando um cartão para você!

Cartão de crédito para viajantes: como escolher o melhor?

cartão de crédito para viajantes
Imagem: Canva

Viajar é uma das melhores experiências que podemos ter na vida, mas também envolve alguns custos e desafios. Um deles é a forma de pagamento que vamos usar no exterior. Por isso, será que vale a pena levar dinheiro em espécie, cartão de débito ou cartão de crédito? 

Neste artigo, vamos focar no cartão de crédito para viajantes e dar algumas dicas de como escolher o melhor.

O que é um cartão de crédito para viajantes?

Um cartão de crédito para viajantes é aquele que oferece vantagens e benefícios para quem usa em compras internacionais. Alguns exemplos são:

  • Isenção ou redução do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), que é cobrado em todas as transações feitas em moeda estrangeira e pode chegar a 6,38% do valor da compra.
  • Conversão da moeda pelo câmbio do dia da compra, evitando surpresas na fatura e facilitando o controle dos gastos.
  • Programas de milhas ou pontos, que permitem acumular e trocar por passagens aéreas, hospedagens, aluguel de carros e outros serviços turísticos.
  • Seguros de viagem, que cobrem despesas médicas, odontológicas, jurídicas, bagagem extraviada, cancelamento ou atraso de voo e outros imprevistos.
  • Assistência 24 horas, que oferece suporte e orientação em caso de emergências, como perda ou roubo do cartão, saques emergenciais, reserva de hotéis e outros.
  • Acesso a salas VIP em aeroportos, que proporcionam conforto e comodidade enquanto esperam pelo embarque.

Como escolher o melhor cartão?

Não existe um cartão de crédito para viajantes que seja ideal para todos os perfis e necessidades. Por isso, é importante pesquisar e comparar as opções disponíveis no mercado antes de decidir qual contratar. Alguns critérios que podem ajudar na escolha são:

  • Anuidade: é o valor que o banco cobra pelo uso do cartão. Alguns cartões têm anuidade gratuita ou reduzida, enquanto outros podem cobrar até R$ 1.000 por ano. Vale a pena avaliar se os benefícios oferecidos compensam o custo da anuidade.
  • Renda mínima: é o valor mínimo que o cliente precisa comprovar para ter acesso ao cartão. Quanto mais alto o limite e os benefícios do cartão, maior costuma ser a renda mínima exigida. É preciso verificar se o seu salário se encaixa nos requisitos do cartão desejado.
  • Bandeira: é a empresa que emite o cartão e garante a sua aceitação nos estabelecimentos comerciais. As principais bandeiras são Visa, Mastercard, American Express e Elo. Cada uma delas tem seus próprios programas e parcerias com bancos e empresas aéreas. É recomendável escolher uma bandeira que tenha ampla aceitação no país de destino e que ofereça benefícios compatíveis com os seus interesses.
  • Limite: é o valor máximo que o cliente pode gastar no cartão. O limite é definido pelo banco com base na renda, no histórico de crédito e no perfil do cliente. É importante ter um limite adequado às suas despesas previstas na viagem, mas também não exagerar para não comprometer o seu orçamento.

Portanto, a escolha do cartão de crédito para viajar transcende a simples transação financeira, transformando-se em uma ferramenta estratégica para explorar o mundo com tranquilidade e conveniência.

Recomendamos também: