Carregando sua recomendação...

Tendências e o futuro dos bancos digitais no Brasil e no mundo

futuro das fintechs
Imagem: Canva

Os bancos digitais são instituições financeiras que oferecem serviços e produtos por meio de plataformas digitais, como aplicativos e sites. 

Esses bancos se diferenciam dos bancos tradicionais por não possuírem agências físicas, reduzindo custos operacionais e burocracia. Além disso, os bancos digitais costumam oferecer vantagens aos clientes, como taxas mais baixas, maior praticidade, transparência e segurança.

Nos últimos anos, os bancos digitais vêm ganhando cada vez mais espaço no mercado financeiro, tanto no Brasil quanto no mundo. 

Segundo um relatório da Accenture, o número de clientes de bancos digitais na América Latina cresceu 50% entre 2018 e 2020, chegando a 40 milhões. No Brasil, o número de contas digitais saltou de 12 milhões em 2018 para 50 milhões em 2020, segundo a consultoria EY.

Mas quais são as tendências e o futuro dos bancos digitais? Como eles vão se adaptar às mudanças tecnológicas e às demandas dos consumidores? 

Veja a seguir alguns dos principais aspectos que devem marcar o cenário dos bancos digitais nos próximos anos.

Inovação e personalização como  futuro das fintechs

Uma das principais características dos bancos digitais é a capacidade de inovar e oferecer soluções personalizadas aos clientes. Os bancos digitais utilizam recursos como inteligência artificial, big data, blockchain e biometria para criar produtos e serviços que atendam às necessidades e preferências de cada perfil de consumidor. 

Por exemplo, os bancos digitais podem usar algoritmos para analisar o comportamento financeiro dos clientes e oferecer recomendações, dicas e ofertas personalizadas. Além disso, os bancos digitais podem usar tecnologias como reconhecimento facial, voz ou digital para facilitar o acesso e a segurança das contas.

Expansão e diversificação

Outra tendência dos bancos digitais é a expansão e a diversificação dos seus negócios. Os bancos digitais estão buscando ampliar sua presença em diferentes mercados e regiões, aproveitando as oportunidades de crescimento e de inclusão financeira. 

Por exemplo, alguns bancos digitais brasileiros, como o Nubank e o C6 Bank, já iniciaram suas operações em outros países da América Latina, como México, Argentina e Colômbia. 

Além disso, os bancos digitais estão diversificando sua oferta de produtos e serviços, incluindo não apenas contas correntes, cartões de crédito e investimentos, mas também seguros, crédito imobiliário, pagamentos instantâneos e até mesmo serviços não financeiros, como viagens, educação e entretenimento.

Colaboração e competição

Por fim, outra tendência dos bancos digitais é a colaboração e a competição com outros players do mercado financeiro. Os bancos digitais estão buscando formar parcerias com outras empresas, como fintechs, varejistas, operadoras de telecomunicações e plataformas de tecnologia, para oferecer mais benefícios aos clientes e ampliar seu alcance. 

Por exemplo, alguns bancos digitais brasileiros já possuem acordos com empresas como Magazine Luiza, Vivo e Google para oferecer cashback, descontos e serviços integrados aos seus clientes. 

Por outro lado, os bancos digitais também enfrentam uma maior competição com os bancos tradicionais, que estão investindo em suas próprias plataformas digitais e buscando se adaptar às novas demandas dos consumidores.

Não se esqueça da importância do futuro das fintechs

Diante dessas tendências, é possível afirmar que os bancos digitais têm um grande potencial de crescimento e transformação no Brasil e no mundo. 

Eles representam uma oportunidade para os consumidores terem mais acesso, conveniência e economia nos serviços financeiros. 

Mas também representam um desafio para os reguladores, que devem garantir a segurança, a transparência e a concorrência justa nesse mercado. 

O futuro das fintechs dependerá da sua capacidade de inovar, se diferenciar e se relacionar com os clientes e com os demais agentes do ecossistema financeiro.

 

Recomendamos também: